Final de Semana em Búzios

Hey Girls,
hoje vou contar como foi meu fim de semana romântico ~ui~ em Búzios! Por mais que o post esteja atrasado, quis publicar mesmo assim porque vale como dica de lugares e passeio para os próximos meses, né?
Meu namorado lindo, cheiroso, gato me convidou para fugir no final de semana e comemorar mêsversário (que gay) de namoro…pensamos em alguns destinos novos, mas como estava meio em cima não deu pra planejar e optamos por um lugar que fosse mais familiar e desse pra se virar legal como transeuntes (a.k.a. pobre sem carro). Os lugares que fomos são muito fáceis para quem quer fazer tudo a pé, pertinho.
Como sou uma pessoa muito desmemoriada, deixo com ele a palavra para contar das nossas experiências. Com vocês o namorado aspirante a blogueiro =DAssim começou nossa sexta-feira, dia 5 de dezembro de 2014. Pegamos o 1001, por volta das 16 horas, na Novo Rio, que a propósito, está muito caro (R$ 59 reais em média a passagem) para uma viagem de apenas 2 horas até o terminal de Búzios, ao lado da Rua das Pedras no Centro da cidade.Depois de 3 horas de viagem, culpa do trânsito de saída de sexta-feira somado ao de Itaboraí que, enfim, só serve pra congestionar tudo mesmo, chegamos a cidade de Bardot. Fomos caminhando até a pousada, pois não estávamos com muita bagagem e também porque a distância era de apenas 10 mim de caminhada pela bela e badalada, Orla Bardot, até a Praia dos Ossos, onde fica a Pousada L’escale.

Propriedade dos franceses, Sylvia e Francis, a Pousada L’escale tem um clima romântico, acalentador e um charme mágico envolto na pequenez de seus detalhes. Restaurante com varanda em deck, mesas de madeira, sacadas com redes, voltadas para o mar e a alvorada da Orla Bardot, de onde se vê os pescadores trabalhando e tudo isso sem cheiro de peixe. Chegamos por volta das 20 horas, deixamos as malas e saímos correndo para comer alguma coisa.

Escolhemos o Gran Cine Bardot, que não é por si só um restaurante, mas que tem um ar de lanchonete de cinema vintage que achamos legal e que também é um mini cinema que passa filmes Cults. A comida é deliciosa. De lanches enormes como os do Balada mix, que acompanham batatas fritas ou rústicas até pratos de jantar mais elaborados. Tudo muito bem fresco.

Optamos pelos sanduíches matadores de fome com nome de hollywoodianos renomados como Sean Conery e Woody Allen que aliás, tem sua própria estátua no local e pela dose dupla de caipirinha que chamou a atenção na entrada.

De sobremesa Bessa ainda pediu um alfajor de maisena com coco em volta, por que né… Búzios e argentinos tem tudo a ver (KKK). Os preços eram bastante atrativos e pagamos menos de R$ 100 em um lanche/jantar para dois com caipirinhas e sobremesa.

Depois de lá, fomos as compras na Rua da Pedras. Eu esqueci de levar Havaianas e aproveitei pra comprar um par do Snoopy muito legal! (R$ 38 reais) Bessa aproveitou o embalo e comprou uma bolsinha de praia, também da Havaianas, azul bebê, toda de borracha e com zíper vedado (R$ 40 reais em média). Ótima para levar carteira e celular pra praia sem se preocupar em molhar, como descobriríamos no dia seguinte. Depois voltamos para a pousada para descansar sob a luz de uma lua cheia incrível!

Manhã de sábado! Acordamos cedo para pegar o café da manhã da pousada que é delicioso, super caseiro e com um tempero francês (é claaaro!).

Mesa farta e com boas opções. A vista como sempre maravilhosa. O dia começou nublado, mas aos poucos o sol foi saindo e decidimos ir a praia. Pegamos um taxi boat da Orla para a Praia da Tartaruga.

Praia mais calma, quente e familiar de Búzios, porque eu já não surfo a muito tempo e porque Bessa queria sombra e água que passarinho não bebe (cerveja gelada!)

Além da água quente e a calmaria, como a maioria das praias de Búzios, eles tem quiosques que oferecem passeios de escuna, Stand Up Paddle e caiaque (R$20 reais duas pessoas por uma hora). Escolhemos o caiaque, porque não acho a menor graça em SUP e a escuna tinha funk, axé, bagunça e gritaria.

Saímos no fim da tarde e fomos procurar um lugar para almoçar. Paramos no nosso querido Chez Michou, de sempre, que nunca decepciona com seus crepes bem recheados e ambiente jovem. Pagamos R$ 60 reais por dois crepes uma coca e uma água. Depois paramos na Alessa pra tomar um legítimo sorvete italiano de laranja com pêssego. Recomendo! É muito bom! (R$ 10 reais a bola)

Voltamos para a pousada para descansar. Acordamos já ao anoitecer e deitamos na rede pra ver o pôr-do-sol.

Depois saímos para procurar algum lugar para comer. Fomos primeiro ao Cadillac Art Show conferir os drinks. É um Cadillac antigo adaptado que virou um bar ao ar livre. Muito bons os drinks e bem generosos.

Como eu não estava com fome, Bessa resolveu comer alguns Hots na temakeria do Shopping 1 e saímos a caça de mais drinks legais. Bebemos caipirinhas loucas por R$ 10 e um frozen mexicano muito bom também por só R$ 10 reais!

No dia seguinte, Bessinha acordou meio mal por causa das bebidas da noite passada e ficamos de molho na cama pela manhã. Desci pra fazer o check out e pegar uma coca pra melhorar o enjoo dela e combinei com um amigo que mora em Búzios de fazermos um tour antes de ir embora.

Encontramos Lombardi, meu amigo, que mora a 30 anos em Búzios, e que nos levou para ver as praias mais afastadas, que pouca gente conhece como Forno, Foca, Lagoinha (é uma praia em cima da pedras!) e o Saco da Ferradura que é uma praia de formação vulcânica que nem está nos mapas de Búzios.

Esse foi o fim de um fim de semana de muita paz e amor, literalmente, nessa arquipélago abençoado pela eterna Brigitte Bardot e com uma energia renovadora pra aguentar o caos e a turbulência da vida no Rio de Janeiro.

SP Ultimo dia – Mosteiro de São Bento, CCBB e Casa Fora do Eixo

Finalmente fazendo o post do ultimo dia em SP que eu achei que seria um domigão morto, mas que nada! Muita coisa aconteceu…vamos lá?
A primeira parada foi tentar conhecer o Mosteiro São Bento que já passei na frente várias vezes mas nunca entrei. Peguei as informações, horário de visitação, etc…chegamos lá e levamos um ‘não’ na cara. Tem que marcar antes…Então fica a dica: as informações não batem com o esquema de funcionamento. Infelizmente ficamos pra fora de novo, mas pelo menos conseguimos conhecer o teatro do Mosteiro, onde o Grupo Azul do Coral da USP estava se apresentando com a regência de André Juarez. Muito bom! Para saber mais sobre o coral é só acessar: www.usp.br/coralups

 Aproveitei para pelo menos tirar fotos da fachada!

Como não tinha programado mais nada, passamos ali perto no CCBB para ver o que tinha de bom…grata surpresa!
Pudemos assistir uma exposição super legal do Cai Guo-Giang, Da Vincis do Povo.
Na exposição, Cai apresenta a individualidade e a criatividade dos camponeses chineses e a grandeza de suas contribuições para o país. Pelas salas da exposição vimos engenhocas artesanais feitas por esses trabalhadores com a colaboração do artista a partir de sucatas e materiais de uso cotidiano. A seleção ainda inclui uma série inédita de desenhos feitos com pólvora, marca registrada de Cai… e todos produzidos no Brasil especialmente para a mostra!
Toda a ideia da exposição contemporânea já começa pela fachada do CCBB…

Claro que não poderia deixar de fotografar alguns detalhes da construção que eu amo:

Logo na entrada dei de cara um uma tela gigante do artista: todo desenhado em pólvora, representando o Brasil, sua diversidade na natureza.

Visto de cima:
O CCBB por sí só já uma uma linda exposição….esse é o chão da entrada principal.
Depois fomos a uma parte interativa: Umas das engenhocas criadas pelo artista….robôs pintores, artistas e muito divertidos!
Esse robozinho pintou todos esses quadros:
Mais um robô pintor:
Esse é um desenhista pelo que parece…mas não estava funcionando!
Curtiu? Não fique triste se você não esteve em sampa para ver…a mostra estará no CCBB Rio do dia 06/08 até 22/09!  =D

A primeira parte do dia foi essa…depois voltamos para casa, almoçamos e fomos para um aniversário da amiga da Wanny, na Casa Fora o Eixo.
Eu nunca tinha ido em um lugar parecido…é uma casa com um espaço enorme ao ar livre onde o pessoal se encontra para ouvir musica, beber, dançar…Ok, aqui todo mundo faz isso….só que lá é extremamente eclético. Vi pessoas no mesmo espaço que eu que nunca achei que fossem frequentar o mesmo lugar que eu. Não tem aquela coisa de ‘festa de roqueiro’ ou ‘ festa pop’ ou ‘festa gay’. Lá é tudo junto e misturado. Tinham gays, drags, rastas, rappers, hippies e mais tantas outras coisas que não identifiquei. Mesmo que eu esteja rotulando alguns grupos para vocês entenderem, a ideia lá é exatamente oposta. Está todo mundo compartilhando do mesmo lugar e curtindo as mesmas musicas…sim! Rolou até maracatu!
A aniversariante Lorys, preparou uma mesa com comidinhas para o niver dela…e como é tudo muito democrático, claro…todos podiam comer!

Outra coisa que adorei: cheguei no “bar” e pedi uma água. Ai o cara me fala ‘aqui não vendemos água não, você pega um copinho aqui comigo e vai alí no filtro e pega quanto quiser’. Já pode amar para sempre??? (eu acho uó ter que pagar por água sem gás…)
E como todo tipo de arte aflora muito mais em SP do que qualquer outro lugar do Brasil…não podia deixar de ter muita coisa legal ‘espalhada’ pela casa. Praticamente todas as paredes são grafitadas ou pintadas assinadas por artistas diferentes! O Local ainda tem um brechó, uma mesa com camisetas e cds de artistas pouco conhecidos….

Uma das ilustrações onde estava rolando o show…

Foi uma noite extremamente diferente…Eu demorei um pouco a aceitar tanta gente ‘estranha’ no mesmo lugar que eu. Mas depois que entendi, fiquei fascinada pela ideia e já estou doida pra voltar!

E assim foi meu ultimo dia na minha querida cidade de pedra que é São Paulo…um dia eu descubro porque adoro tanto esse lugar (as respostas vem aos poucos toda vez que vou…)
No dia seguinte acordei mega cedo para pegar o avião e recebi um nascer do sol mega especial de despedida (pena que a foto não faz jus a beleza que estava o sol laranja no horizonte):

Fiquei muito feliz e muito emocionada da minha ultima visão da janela de casa ser tão bonita, logo numa segunda feira!
Obrigada a minha querida amiga Wanny por me acolher e fazer da minha viagem muito mais divertida!
Espero que em breve esse nascer do sol seja diário para mim!

Beijos e até a próxima viagem!

SP dia 4 – Casa Mistura Fina e Bar!

No sábado depois de passear pela Vila Madalena e conhecer a Momö que falei nesse post, fui conhecer a Casa Mistura Fina a convite da marca Signoritá!
Conheci as peças pelo evento Chá com Vestidos, o mesmo que conheci os vestidos incríveis da Luiza Pannunzio!
A estilista, Danielle Signori me convidou para conhecer seu espaço na casa e me adiantou por e-mail que era um evento super legal! E ela estava certissima…
Dani é conhecida pelas t-shits lindas e irreverentes com uma pegada bem rock’n’roll, que eu amo!
Além das t-shirts ela produz acessórios também! Vocês podem ver todos os produtos (e comprar) na loja virtual clicando aqui!

Minhas preferidas: ‘Girls Just Wanna Have Fun’ e ‘All You Need is Love’ que foi criada especialmente para o dia dos namorados, mas é linda para qualquer época!

 

Essa de cruz é bafônica, mas só tinha M =(
Eu e a Dani que é uma simpatia! Ela esta vestindo a t-shirt ‘Kiss Me’ que também é da coleção do dia dos namorados!
Claro que não consegui sair se trazer nada! hahaha
Escolhi a caveira, já estava de olho nela a muuuuito tempo!
E ainda ganhei um mimo, hehe
Dani obrigada pelo convite, adorei te conhecer pessoalmente!!!
Para ficar sabendo das novidades e lançamentos da marca, acessem o blog: http://www.signoritablog.com/
Outro expositor que fiz questão de parar foi o do Studio V. Achei o trabalho da Vânia incrível!
Ela busca em fábricas de moveis, estofados e têxteis, materiais que possam ser reutilizados…e viram essas bolsas e carteiras LINDAS!
Me apaixonei completamente pela estampa de HQ!
Florais bonitos e coloridos!
Para conhecer mais do trabalho da Vania Marques é só acessar a fanpage: Studio V!
Mais um lugar maneirissímo….quadros de vários tamanhos com ilustrações de alguns artistas. A moça que estava lá não sabia me dizer qual era qual, e me deu o cartão do Cusco Rebel mas não sei se são todas dele!
Que lindooo *_*
Um pouco do espaço da Casa Mistura Fina:
O evento que já estava mega divertido, melhorou ao som da banda O Bardo e o Banjo!

Eu já estava animada, e a musica estava tão boa que acabei levantando, dançando, pulando…
Escute aqui e entenda o que estou falando, haha:

Aqui eu ainda estava comportada, mostrando meu ‘look do dia’ =D

E como se não bastasse…ainda teve lanche deliiiicia da Casa Bistrô que também estava no evento!

Nunca comi um ‘sanduíche’ tão gostoso! Escolhi o de salmão com cream cheese e pimenta rosa. Estou contanto os dias para voltar e comer de novo, vocês não tem noção de como é bom! Se estiver de bobeira em SP não deixe de experimentar, você não vai se arrepender! Depois me conta se gostou, ok?

E calma que isso foi só a segunda parte da noite! haha
Depois ainda fomos em uma rua que tem uma concentração enorme de bares e restaurantes (tipo a nossa Rua Nóbrega aqui, só que bem maior). Tomei uma caipivodka deliciosa chamada “Paulista” (o nome ajudou na escolha, haha) que tem a base de limão mesmo, só que o toque especial é o mel com gengibre!
Nossa, deliciosa! Estava com a garganta ardendo um pouco, foi tiro e queda…dia seguinte estava novinha, hehe!

Tá bom pra um dia só né? hehe fiquei morta com farofa esse dia!
E ainda falta mais um post pra finalizar essa semana deliciosa =)
Até o próximo post!

SP dia 4 – Vila Madalena: Momö Store e almoço na Nova Charmosa!

O quarto dia de SP, foi no bairro Vila Madalena. Um lugar com muitas ladeiras, decidas, um pouco cansativo… mas muito simpático =)
Fui principalmente para conhecer a Momö Store, que já compro pela internet a algum tempo e nunca tinha visitado…

A loja conta com roupas infantis, decoração, moveis, bijus, acessórios, e tantas outras utilidades fofíssimas! É tudo tão lindo e bem cuidado que dá vontade de morar lá, hehe!
Para deixar crianças e mamães doidas:
Casaquinhos de super heróis e personagens!
Tattoos infantis e outras brincadeiras…
Bijus, bolsas e lenços:

 

Fiquei louca nessa almofada do fantasma do pacman! Liiinda!!!
Papelaria e outras utilidades:
Skins para cartões que ganhamos da Rosana, dona da loja!

 

E é claro…minhas comprinhas! Estava paqueirando essa caneca a muito tempo!
com ela comprei esse cisne (ahm?!) haha…ele é de plástico para colocar o saquinho do chá (ou as próprias folhas) dentro! Super útil, estou usando direto desde que comprei!

Depois da visita a loja e das comprinhas, fomos almoçar numa padaria super legal chamada Nova Charmosa! Grandona, cheias de coisas gostosas e um buffet de almoço bem servido (tipo a nossa “Beira Mar” aqui em Niterói). É bem carinho, eu que não como muito paguei uns 40 reais. Mas vale a pena ir pelo menos uma vez, é muito saborosa e muito bonita também!
Depois do almoço tava super afim de comer qualquer coisinha doce bem pequena para tirar aquele salgado da boca…fui no balcão e pedi um brigadeirinho que era super mini, bem do tamanho da minha vontade!
Só que a moça não me deixou pagar, haha! Como é a peso ela disse que um só não tem como fazer e me deu…gentilezas que só recebo em SP! Falando nisso, fui muito bem tratada lá em todos os lugares que fui…o que é bem diferente do RJ (infelizmente)!
Comprei uma rosquinha doce que Wanny me sugeriu para o pessoal aqui de casa… (saindo total da dieta, hehe, mas eu não comi!)

É bem levinha, feita basicamente de farinha e açúcar…nada saudável! Mas por incrível que pareça não é dooooce!
Essa foi a metade do meu dia, cheia de coisas fofas….e vem mais por aí!
Até o próximo post!